Ex-chacretes se revoltam com o preconceito em “Amor à Vida”

Escrito por: -

Ex-chacretes se revoltam com o preconceito em “Amor à Vida”
No capítulo da última quinta-feira, dia 23, da novela das nove “Amor à Vida” a personagem Márcia vivida por Elizabeth Savalla, que foi chacrete, criou polêmica ao falar de seu passado.

Ao relembrar sua vida como chacrete, mais precisamente com a morte do Chacrinha, Tetê Para-Choque e Para-Lama contou que virou garota de programa e que teve que aplicar alguns golpes para conseguir criar a filha Valdirene ( Tatá Verneck).

Nossa… isso caiu como uma bomba para as ex-chacretes Regina Magalhães, Márcia Val, Mirian Fernandes e Tanya Machado que se pronunciaram nas redes sociais indignadas com a tal “homenagem” do autor. Consideraram um preconceito por parte de Walcyr Carrasco e da Rede Globo que ligou a imagem delas, que eram assistentes de palco do Velho Guerreiro, a prostitutas.

Em tempo, a ex-chacrete Rita Cadilac presta assessoria à Elizabeth Savalla para compor a personagem, inclusive fará uma participação no folhetim.

Confira as declarações de algumas delas:


Marcia Val: “Gostaria de informá-lo que nem toda chacrete fez programa, usou drogas ou se prostituiu. Como você acha que uma filha de ex-chacrete se sente ao ouvir um diálogo desse? Exatamente um policial é quem menciona esses absurdos! Não tenho e nunca tive comportamento de prostituta, e a minha filha (apesar de menor de idade) jamais recebeu essa orientação. Mas isso não me importa pois sei que faz parte de todo um contexto para atingir o interesse da “massa”. Trabalhei com o Wolf Maya na produção do’ Relax It’s Sexy’ e, com certeza, ele jamais percebeu qualquer comportamento similar ao que você propôs … Paulo Afonso de Lima me dirigiu, trabalhei com Yaya, entre outros, que podem atestar a minha conduta (o que nunca me preocupou). Penso ser um ato extraordinariamente covarde de sua parte, pois está usando um meio de comunicação em horário nobre para generalizar uma ação individual. Como você, outras pessoas também se preocupam em denegrir ainda mais a imagem das chacretes pois isso é menos trabalhoso, não precisa pesquisar, conhecer, identificar… Tenho algumas graduações, pós-graduação, mantenho-me estudante, profissional na área de shopping, mãe e independente por capacidade intelectual. Sinto-me muito triste por essa cena desnecessária. Alguns dos seus amigos me conheceram jovem e podem atestar o quão cruel você está sendo para a minha filha que, até o momento, era sua fã. Boa noite.”

Regina Magalhães, a ex-chacrete Regina Polivalente, que se formou em Educação Física e hoje trabalha com eventos no Rio: “Fiquei indignada com a rotulação que a Rede Globo faz às Ex-Chacretes nesta nova novela das 9h. Por que será que sempre que falam de Ex Chacretes todas são como ex-garotas de programa, oportunistas, malsucedidas, acabadas??? Eu sou um exemplo oposto disso tudo. Estudei muito, me formei, nunca me droguei, nunca fui presa, trabalho a vida toda e tenho uma vida digna, e sei que tem várias outras que tenho contato que também são como eu: trabalham com sucesso, têm famílias maravilhosas e são realizadas. Vamos parar de PRECONCEITO!”

Mirian Fernandes, ou Mirian Cassino, que é professora de dança e personal trainer: “Estou indignada com a Rede Globo e o escritor dessa nova novela, colocando uma atriz representando uma ex-chacrete, e dizendo que ela era prostituta e amiga de bandido. Isso é um absurdo passível de processo. Estão julgando todas por uma ou outra que não tenham tido a chance de se realizar profissionalmente e constituir uma família. Ex-chacretes, vamos nos mexer, isso está ridículo.”

Tanya Machado, Tanya Bang Bang: “É triste ouvir esses comentários maldosos e ter que engolir a seco sem poder fazer nada. Ser chacrete foi o sonho de muitas meninas e a globo errou feio ao falar mal delas.”

Jussara Mendes, Jussara Mendes Bum Bum: “A imprensa me massacrou tanto pelo fato de ter sido esposa de um ex-jogador, que hoje, essas palhaçadas já não me atingem. Meus filhos e família conhecem a Jussara mãe, estudante, boa índole e muito presente na vida deles. Isso basta…mas não deixo de cobrir você de razão. É chato isso! Beijo”.

Fonte: Tribuna da Bahia

Votar no artigo:
Nenhum voto. Seja você o primeiro!